Um ano de Alemanha 🎉

Vira e mexe alguém me faz as perguntas clássicas sobre como é morar na Alemanha, como está sendo a experiência de trabalhar fora do Brasil e como conseguir um emprego fora. Vou tentar sintetizar nesse aqui as principais perguntas (e respostas). Nesse tweet, algumas pessoas enviaram suas dúvidas. Obrigada pela ajuda! Vira e mexe eu recebo umas DMs perguntando dicas sobre empregos de dev na Alemanha (ou Europa). Tô escrevendo um post a respeito com o compilado do q enviei pra as pessoas mas gostaria de saber: oq vc gostaria de saber se estivesse pensando em procurar um emprego por aqui?

Leia mais →

Notas sobre Your Code as a Crime Scene

Confesso que quando eu comecei a ler esse livro eu estava esperando um estilo Mind Hunter com desenvolvimento de software. Não foi beeem assim mas deu pra ver possibilidades interessantes nas informações deixadas nos sistemas de versionamento de código como Git. No Your Code as a Crime Scene o Adam Tornhill mostra técnicas para descobrir informações como acoplamento de código, centralização de conhecimento em certos membros do time e partes do código que tem mais riscos do que outras.

Leia mais →

Você pode substituir os If/Else por… Template Method

Às vezes a gente se pega vendo uns if/else por aí, se repetindo aqui e ali e pensa: “engraçado você por aqui de novo”. Esse pensamento é o seu sensor automático de code smells e ele vai ficando melhor a medida que você exercita boas práticas como OO e seus princípios, design patterns e algumas outras técnicas de refactoring. Por falar em code smells, a duplicação de código é um dos problemas mais tranquilos de se resolver com a refatoração - especialmente porque é um problema fácil de identificar.

Leia mais →

3 Milhões de e-mails para um… CSV

Um dos meus tickets naquela semana era aparentemente simples: exportar uns dados pra um arquivo CSV. Simples, não? A ideia inicial era: Criar um comando no Django que fizesse a busca no banco, exportasse pra um CSV e fizesse o upload dele no nosso S3 Esse CSV só precisava ter dois campos: um ID e o corpo do email em HTML Problema #1: buscando no banco Na teoria tudo parecia correr perfeitamente bem e fácil.

Leia mais →

Inspecionando requisições HTTP

Se algum dia você se perguntou como inspecionar uma requisição HTTP para testar webhooks ou até mesmo outbound messages do Salesforce (😅), eu tenho uma sugestão: requestbin + ngrok. O requestbin é um projeto de código aberto que serve para esse propósito. Ele é self-hosted. Você pode rodar ele num Docker local ou até mesmo deployar para uma instância gratuita do Heroku. Se você resolver rodar local, é aí que o ngrok entra.

Leia mais →